Fazer este tipo de encontro era algo muito comum nos quadrinhos durante os anos 90, como na série DC versus Marvel e que dava muito dinheiro para ambas as editoras envolvidas… E que neste caso, específico da Marvel, salvaram elas de uma possível falência. Mas ainda assim, durante a década de 80, tivemos grandes encontros ocorridos entre X-Men e Jovens Titãs, Superman e Homem-Aranha, Hulk e Batman. O ápice foi mesmo no início dos anos 2000, com o tão aguardo encontro das maiores equipes de super-heróis Liga da Justiça e os Vingadores.

O que veio antes…

Crossover é um termo inglês usado quando um ou mais personagens – que não possuem qualquer ligação um com o outro – acabam se interagindo no mesmo universo.

Até nos videogames ocorreram vários crossovers épicos, replicando esta sensação dos quadrinhos! Só não podemos esquecer de destacar três eventos épicos que deram o início à estas grandes sagas e eventos entre universos paralelos e vários personagens juntos.

O primeiro evento multidimensional aconteceu em The Flash #123 (que teve sua capa homenageada várias vezes) onde ele encontrava sua contra parte da Terra-2, ou Terra Paralela, após vibrar numa frequência diferente. Em segundo e terceiro lugar foram as sagas Crise nas Infinitas Terras (DC Comics) e Guerras Secretas (Marvel), que dispensa comentários caso seja um fã de HQs.

Sim, é tudo culpa do The Flash!

Entretanto, há também apenas as participações especiais, que é quando um personagem aparece de forma repentina em outro título sem alterar a história ou mesmo interagir com os personagens principais. Geralmente estas aparições acontecem em um ou poucos quadros, sendo chamado às vezes de easter eggs (termo que vem do inglês, significa “ovo de páscoa”, dando a ideia de surpresa).

Na imagem acima colocamos algumas capas de vários crossovers diferentes, que aconteceram entre diversos personagens e até entre editoras distintas.

E o que vem depois…

No universo da Image Comics, durante os anos 90, isto não foi diferente. Aconteceram vários! Quando seus personagens se encontram com outros de uma editora diferente ou mesmo de estúdios diferentes dentro da mesma editora. Vale relembrar que, dentro da Image, haviam seus próprios selos e universos (criados pelos artistas fundadores). Seriam eles:

Porém, infelizmente, muitos desses crossovers (que estamos listando aqui) não foram lançados no Brasil, apenas uma pequena parte chegou por aqui.

Vamos listar todas as principais participações de Spawn e personagens coadjuvantes em outros títulos e minisséries, onde eles interagiram com outros personagens da Image ou de outras editoras. Preferimos formatar em ordem cronológica (de lançamento). Confira abaixo.


Principais Crossovers – em ordem cronológica

  • Spawn #10, 1993 (Image Comics, inédito no Brasil, entenda os motivos aqui) – logo no primeiro ano da revista mensal, Spawn “atravessou realidades” (fazendo alusão ao título original “Crossing Over”) e se encontrou com o personagem Cerebus, criação de Dave Sim, que foi o roteirista desta história (leia a resenha aqui). É uma das mais importantes histórias para a indústria dos comic books pouco lembrada, por causa da crítica pertinente aos direitos autorais dos personagens… Irônico pensar que Todd “sofreu” a perda dos direitos de uso da personagem Ângela, para Neil Gaiman, e quase perdeu também o Spawn Medieval, mas isso é história pra uma outra matéria.
  • Spawn/Batman, 1994 (Image Comics), (Lançado no Brasil como Spawn & Batman, 1997 – Editora Abril Jovem) – o primeiro encontro, com história de Frank Miller e desenhos de Todd McFarlane. Mais detalhes sobre este encontro, pode ser lido nesta matéria que escrevemos aqui.
  • Batman-Spawn: War Devil, 1994 (DC Comics) (Lançado no Brasil como Batman & Spawn: Guerra Infernal, 1998 – Editora Abril Jovem) – o segundo encontro, desta vez com história de Alan Grant, Chuck Dixon, Doug Moench, com desenhos de Klaus Janson. Curiosidades e detalhes desta história podem ser lidas nesta outra matéria aqui.
  • Supreme #15, 1994 (Image Comics, inédito no Brasil) – um confronto entre os personagens Supremo (criado por Rob Liefeld e Brian Murray) e o Spawn, sendo que é a parte 3 de 6 deste arco de história chamado “Supreme Madness” (que pode ser traduzido como “loucura” ou “fúria”). Não foi a única vez que Spawn apareceu nesta revista! Veja a lista completa mais abaixo, no final da matéria.
  • Youngblood #8, 1994 (Image Comics, inédito no Brasil) – nesta edição se inicia o confronto entre Capela e Spawn, que não foi mostrado na revista mensal.
  • Youngblood #10, 1994 (Image Comics, inédito no Brasil) – nesta edição temos o desfecho da história iniciada na edição #8, e tragicamente temos a morte do personagem Capela! Podemos dizer que ele não foi morto por Spawn (continue lendo em Chapel #6). Mas é claro que, no mundo dos super-heróis e vilões dos quadrinhos, ninguém fica morto por muito tempo e ele “volta dos mortos”. Feito isso ele retorna para uma revanche…
  • Deadly Duo, 1995 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 partes escrita e desenhada por diversos artistas (do estúdio do Erik Larsen), porém o Spawn aparece apenas na primeira edição e o Chacina no terceiro número. Só lembrando: não confundir com a primeira série (ou volume 1) desta revista, que são 3 edições.
  • ShadowHawk #17, 1995 (Image Comics, inédito no Brasil) – este encontro com o Spawn é uma continuação da história iniciada na revista Badrock and Company #6, porém sua primeira aparição aconteceu mesmo, de forma muito breve, na edição ShadowHawk #2, em 1992. Nesta edição #17, a segunda versão do ShadowHawk pede ajuda para o Spawn, para tentar lhe curar de um câncer mortal. Eles acabam juntando forças, no melhor estilo “team-up”, quando um demônio disfarçado os atacam. No fim, Spawn não pode ajudá-lo, por causa do relógio contador de energia que ele tinha na época.
  • Chapel #5, 1996 (Image Comics, inédito no Brasil) – esta edição, que é a segunda série da revista mensal, mostra o confronto entre o personagem Capela (Bruce Stinson) e o Spawn (Al Simmons).
  • Chapel #6, 1996 (Image Comics, inédito no Brasil) – na edição seguinte eles juntam forças para enfrentar o “Lorde Capela” (Lord Chapel, no original), uma versão do Capela que surgiu após ele se sacrificar, com um tiro na cabeça, como vimos na saga Extreme Sacrifice (da série Youngblood #10). Uma parte dele se tornou o Lord Chapel, trabalhando para o diabo, ele ficou sedento para matar todos seus companheiros de Youngblood. Nesta edição se encerra a história, com Spawn ajudando Capela a derrotar de vez o vilão Lorde Capela.
  • Savage Dragon #30, 1996 (Image Comics, inédito no Brasil) – esta é a parte 2 do encontro que se iniciou em Spawn #52 (leia a resenha aqui). A conclusão desta história acontece mesmo na edição seguinte, em Savage Dragon #31, quando Dragon sozinho enfrenta o próprio Satã e Deus ao mesmo tempo! Vale ressaltar que o Spawn só participa na edição #30, enfrentando a entidade demoníaca chamada apenas de Capeta (The Fiend, no original). Esse “capeta” que foi a responsável por arrancar os braços do Dragon e enviá-lo ao inferno – este acontecimento aconteceu na edição anterior, em Savage Dragon #29.
  • Medieval Spawn/Witchblade, 1996 (Lançado no Brasil como Witchblade: A Era das Trevas, 2002 – Editora PandoraBooks) – minissérie em 3 edições, desenhada por vários artistas e escrita por Garth Ennis! A história é uma aventura do passado distante, onde um tirano pretende conquistar vários reinos. Então Spawn Medieval e Witchblade são forçados a juntarem forças. Saiba mais detalhes aqui nesta matéria.
  • Spawn/WildC.A.T.S., 1996 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 edições, escrita pelo mago inglês Alan Moore! Tudo que precisa saber sobre os eventos ocorridos nesta história (chamada Devilday, “Dia do Demônio”) podem ser lidas nesta outra matéria que escrevemos. Resumidamente: a equipe WildC.A.T.S e o Spawn do presente (Al Simmons) juntam forças contra um Spawn maligno ultra poderoso do futuro, alto denominado Spawn Ipsissimus!
  • Shattered Image, 1996 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 edições, escrito por Kurt Busiek e Barbara Kesel, foi uma espécie de “Crise nas Infinitas Terras” da Image Comics. Neste evento foi onde conseguiram trocar a pessoa que assassinou Al Simmons, apagando assim o personagem Capela, e ajustando para ser a Jessica Priest (como visto em Spawn #61), fazendo isso por questões estritamente jurídicas. Nesta época o personagem Capela, da equipe Youngblood, criado por Rob Liefeld, estava deixando a Image, mas a gente já explicou isso nesta nesta outra matéria. Irônico que atualmente, desde Spawn Ressurreição, Capela continua sendo o assassino de Al Simmons (mesmo que não declarado oficialmente).
  • Mars Attacks Image, 1997 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 edições, escrito por Keith Giffen e Gary Carlson, com arte-final de Bill Sienkiewicz, a história conta com a participação de todo o universo compartilhado da época da Image, com: WildC.A.T.S, Cyber Force, Codinome Stryke Force, Gen13, Savage Dragon, Maxx, Backlash, Supreme, Shadowhawk, Witchblade, dentre outros… e claro o Spawn também! Basicamente o nosso planeta é atacado por alienígenas, vindos de Marte, e então os heróis se unem para defender a Terra. No final da história temos Savage Dragon dando um jeito nos marcianos de uma maneira muito peculiar e eficaz!
  • Altered Image, 1998 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 3 partes, escrito por Jim Valentino, foi uma espécie de “nova reestruturação” do universo da Image Comics. Teve a participação de muitos personagens da casa (como The Maxx, Mr. Majestic, Witchblade, ShadowHawk, Savage Dragon e, claro, o Spawn), além de criações enviadas por fãs, através de um concurso cultural feito pela Wizard americana. Basicamente os personagens percebem que suas versões atuais estão revivendo as vidas das suas contrapartes passadas por causa de uma garota com fortes poderes psíquicos! No fim, com intervenção dos heróis atuais, a crise é contida. Leia mais detalhes desta aventura nesta matéria.
  • Daring Escapes, 1998 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 partes, escrito por Andrew Grossberg e Tom Ozerchowski, continuando a história entre Houdini e Spawn que foi apresentada em Spawn #19 e #20 (números 18 e 19 no Brasil). A história continua com Houdini explorando a dimensão extra (criada para abrigar a magia, um local de intersecção além do espaço-tempo continuum), chamada The Overlap. Nota: o tradutor brasileiro Mario Luiz C. Barroso na época manteve o termo original, mas em tradução livre significa “sobreposição” ou “justaposição”.
  • Sonic Super Special #7, 1998 (Archie Adventure, inédito no Brasil) – uma edição que aparecia diversos personagens da Image Comics, dentre eles, claro, o Soldado do Inferno. A gente já comentou sobre este crossover nesta outra matéria, clique aqui para saber detalhes. A trama é basicamente Robotnik reunindo as esmeraldas do poder para conquistar outras dimensões. Aparece outro vilão no meio da historia, mas no final eles conseguem deter todos e salvar o dia. Parece sem graça, mas a HQ até tem um pouco de humor, aparecendo outros personagens da cultura pop, como os agentes do Arquivo-X!
  • Spawn/Scorpion, 2009 (Mid Wood Comics) – esta minissérie em 2 edições é um fanfic, ou seja, uma obra criada por fãs, portanto não é oficial! Entretanto vale estar aqui em nossa lista como uma espécie de menção honrosa, pois ela possui uma arte muito boa e um roteiro interessante! Sem contar que tem tudo a ver, já que vimos o Spawn aparecer como personagem jogável dentro do jogo Mortal Kombat 11 (leia nossa matéria aqui). Descobrimos que a edição original foi escrita em japonês e depois traduzida para o inglês por “White-Louts”. Nesta história temos o feiticeiro Quan-Chi fazendo uma “parceria” com Spawn para matar Scorpion, utilizando do poder do amuleto de Shinnok. Cogliostro entra na história para tentar impedí-los, mas infelizmente mais um kombate mortal havia se iniciado.
  • Code Name: Justice, 2012 (Beyond Comics) – esta HQ acreditamos que quase ninguém sabia da existência dela, é muito underground, ao que tudo indica pode ser uma espécie de fanfic. Porém, achamos interessante listá-la aqui pois o artista dela, Graig Weich, fez uma daquelas pin-up para Spawn #30 com a Ângela. Além da capa de Code Name: Justice, ao que tudo indica, Spawn aparece dentro desta edição. Infelizmente não temos mais informações sobre ela, apenas o que já achamos na internet.
  • A Holiday Krampus Tale: Spawn, 2018 (Image Comics, inédito no Brasil) – uma edição especial de Natal “one-shot” com Spawn enfrentando a entidade (demônio) chamado Krampus, aquela que pune as más crianças. Ele é uma criatura mitológica que acompanha São Nicolau (o bom velhinho que inspirou o Papai Noel) durante a época do Natal – segundo dizem as lendas de várias regiões do mundo. A etimologia da palavra (origem de) “krampus” vem de “krampen”, palavra que significa “garra” no alemão antigo.
  • Image United, 2009 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 edições (número 0 a 3, porém inacabada, prometida em 6 partes) que reuniu vários personagens da Image (Invencível de Robert Kirkman/Witchblade, Cyberforce e The Darkness de Marc Silvestri/Savage Dragon de Erik Larsen/ShadowHawk de Jim Valentino/Yongblood de Rob Liefeld/Spawn de Todd McFarlane), e com cada um dos artistas criadores desenhando seus próprios e respectivos personagens. A série, infelizmente, acabou sendo interrompida por justamente isto: os diversos atrasos! Então houve um “desfecho” deste “mega evento”, mostrando as repercussões do vilão principal Ômega Spawn em Spawn #199 e “finalizando” em Spawn #200! Este projeto foi, sem dúvida, o mais grandioso, ambicioso e ousado que já apareceu na indústria dos quadrinhos, se tratando de um crossover, claro. Vale deixar registrado que o Spawn que aparece na revista não é Al Simmons, e sim o Jim Downing! O veterano Al Simmons é justamente o pivô da história toda, para não dar muitos spoilers.
  • Medieval Spawn/Witchblade, 2018 (Image Comics, inédito no Brasil) – minissérie em 4 edições, desenhada e escrita pela dupla Brian Haberlin e Brian Holguin! Esta versão do Spawn Medieval foi baseado no design de uma incrível estatueta de mais de 30 cm, lançada pela McFarlane Toys. Ou seja, não é o mesmo Spawn Medieval que vimos no encontro anterior (1996), assim como também não é a mesma Witchblade! Nesta história, uma vila é cercada por uma força sombria, então Spawn emerge das sombras para salvar todos eles. Mas seria ele realmente o seu salvador …ou o seu destruidor?

Tudo que ficou de fora…

Para tentar deixar nossa matéria a mais completa possível, e não faltar nada na lista para ajudar os colecionadores de plantão, listamos abaixo todas as demais revistas em que Spawn fez alguma participação especial e/ou apareceu de forma mais efetiva.

Lembrando que a lista está ordenada por ordem alfabética! O que não consta abaixo já foi citado acima, mas algumas delas foram citadas novamente. Iremos sempre atualizar esta página assim que novas revistas forem surgindo ou sendo descobertas.

  • Aria / Angela 1 e 2
  • Aria 4
  • Angela / Glory 1
  • Glory 10
  • Glory / Angela 1
  • Glory / Celestine 1 – 3
  • Maximage 4
  • Guarding the Globe 1 – 6
  • CBLDF Presents: Liberty Annual 2012 (sigla CBLDF significa Comic Book Legal Defense Fund)
  • Image 0
  • Image Holiday Special 2005
  • Image Plus 1
  • Savage Dragon 153
  • Witchblade 13
  • Invincible 67
  • Operation: Knightstrike 1 – 3
  • Savage Dragon (Vol.1) 3 (aquela minissérie em 4 edições)
  • Savage Dragon (Vol. 2) 2, 15, 30, 78, 96, 140, 141, 144, 179, 200 e 217
  • Spawn / Savage Dragon 1 (republicação do encontro deles)
  • The Dragon 4
  • Shadowhawk (Vol.3) 2 e 5
  • New Shadowhawk 3
  • Supreme 0, 2, 15, 19, 20 e 23
  • Violator vs Badrock 1 – 4
  • Badrock and Company 2, 3 e 6
  • Battlestone 1
  • Chapel (Vol. 1) 1
  • Chapel (Vol. 2) 4 – 6
  • Team Youngblood 3, 11, 21
  • Youngblood (Vol. 1) 7 – 10, 78
  • Youngblood (Vol. 2) 6
  • Youngblood Battlezone 2
  • Youngblood Genesis 1
  • Youngblood Strikefile 1 – 4
  • 1963 6
  • Ant 1, 2, 3, 5 e 7
  • Avengelyne 6
  • Big Bruisers 1
  • Bloodstrike 8
  • Bomb Queen IV 3 e 4
  • Bomb Queen V 4
  • Brigade (vol.2) 13, 17 – 20
  • Celestine 1 e 2
  • Chew: Secret Agent Poyo 1
  • DV8 1 e 2
  • Gen13 (Vol. 2) 3 e 13
  • Hack/Slash: My First Maniac 1
  • Invincible 60
  • Loaded Bible 3
  • New Man 1
  • Ninjak (Vol. 1) 3
  • Normal Man / Megaton Man Special 1994
  • Ripclaw 5
  • Secret Identites 1
  • Stormwatch 37 e 38
  • Vanguard: Ethereal Warriors 1
  • Vanguard: Strange Visitors 4
  • Vault of Michael Allred 2
  • War of the Independents 2
  • Warrior 1
  • WildC.A.T.S. 16, 26, 31 e 32

Principal site de referência e pesquisa: SpawnWorld.com


Siga o Spawn Brasil em nossas redes sociais:

Grupo do Facebook – https://facebook.com/groups/spawnbrasil

Fanpage – https://facebook.com/spawnbrasil

YouTube – http://youtube.com/spawnbrasiloficial

Instagram – @spawnbrasil

Deixe o seu comentário