O caminho para a edição #300 foi aberto a partir de Spawn #296 conforme já noticiamos aqui. Recentemente a edição precisou ser reimpressa pois esgotou rapidamente!

Muitas novidades estão chegando com estas edições, pois a partir da #296 se iniciou uma ótima recapitulação da história do Spawn… Não apenas isto, mas estão acontecendo algumas revelações bombásticas que mudará (pra melhor) alguns detalhes que nunca foram exploradas antes.

Capa da edição Spawn #297, intitulada “History of Spawn Part 2”, desenhada por Francesco Mattina.

Fiquem tranquilos que não iremos dar muitos SPOILERS, mas se quiser saber uma pequena prévia do que está rolando selecione o próximo parágrafo abaixo para o texto aparecer e ficar visível:

A Mãe do Universo é revelada novamente. Deus e Satã na verdade estão “encarnados” nos corpos daqueles filhos gêmeos da Wanda (se lembram deles? Jake e Kate), além de que eles ficaram presos em uma outra dimensão. Possivelmente aqueles que apareceram na Saga Armagedom não eram os verdadeiros Deus e Satã, mas sim outras entidades.

Recentemente o próprio Todd McFarlane, em suas redes sociais, liberou umas imagens abaixo, mostrando algumas coisas do que iremos ver em Spawn #297.

O Palhaço Violador em uma incrível arte feita por Jason Shawn Alexander referenciando o arco “Mil Palhaços” (edições #134-138).
Aqui podemos ver os gêmeos Jake e Kate sendo segurado por Thamuz. Logo abaixo vemos a Mãe do Universo do lado esquerdo e Mammon do lado direito. Alguns mortos-vivos no meio (talvez daquela seita que liberou o Urizen, na história “O Banquete do Diabo”, Spawn #93) e mais abaixo temos o Discípulo (aquele que reaparece em Spawn #160).
Arte que mostra o Spawn com asas de anjo, igual apareceu em Spawn #77 e depois, mais pra frente, na fase do Jim Dowing.

No Brasil, a editora New Order voltará a publicar Spawn através do encadernado Ressurreição, que compreende as edições 251 a 255, além do especial Spawn: Resurrection, o qual pode ser adquirido aqui.

A revista entrou em reta final para chegar à marca história de 300 edições, igualando assim à Cerebus, de Dave Sim, como o título independente mais longo de todos os tempos.

Qualquer novidade com certeza iremos mostrar para vocês por aqui.
Até mais, Soldados do 8º Círculo!

Deixe o seu comentário